Quinta-feira, 3 de Maio de 2007

Entrevista: Fernanda de Freitas!

 

Ela pisou pela primeira vez em uma sala de balé clássico aos 6 anos. Entre barras e espelhos, ficou encantada e nunca mais parou. Hoje, aos 27 anos, Fernanda de Freitas exibe o resultado de tanta dedicação: curvas perfeitas em medidas que ajudam - 50 quilos e 1,62 metro de altura. A postura e a leveza ao se movimentar revelam a prática quase diária da dança. E a fala doce, traço de sua personalidade, reforçam ainda mais o estilo bailarina.
O mundo das sapatilhas e tutus (saia de tule) marcaram a vida da actriz enquanto ela viveu em sua cidade natal, São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. Aos 15, chegou a dar aulas em escolas infantis que tinham o balé como recreação. "Foi quando comecei a dançar na ponta dos pés. Minha professora me colocava para substituí-la quando precisava faltar", lembra Fernanda. Morando no Rio de Janeiro desde 2000, a actriz não fica longe da dança. "É notável a diferença no meu bem-estar quando danço. Meu temperamento melhora e enfrento com mais calma situações estressantes", conta ela. A única coisa que faz Fernanda faltar às aulas, pela manhã, são as gravações da novela Pé na Jaca, na qual interpreta a atirada Leila Barra. "A cena em que ela é pega dormindo com o irmão do namorado mexeu comigo. Ainda no estúdio, comecei a chorar atrás da coxia. Foi desesperador escutar as falas do Rodrigo (Lombardi, 30, actor, que faz Tadeu)", lembra Fernanda.

Namoro sério
Se na trama das 7 da Globo sua personagem tem dificuldade em manter um relacionamento sério, longe das câmeras a actriz namora há seis meses o estudante de educação física Felipe Simões, 26. De tanto se encontrarem no mesmo point na Prainha, zona oeste do Rio, os dois acabaram se apaixonando. No início, eram conhecidos e apenas se cumprimentavam. Até que, um dia, ela o viu na água com uma prancha. "Resolvi conferir como ele surfava, e a gente pegou a mesma onda", brinca ela. Os dois descobriram que têm coisas em comum: ambos são espiritualizados e adoram esportes. "Quando não estou no balé, estou jogando frescobol ou fazendo trilhas com ele", conta a actriz.

Além de seu trabalho na TV, Fernanda acaba de participar de dois longas-metragens: Tropa de Elite, de José Padilha, em que interpreta uma estudante que morre assassinada em tiroteio numa favela, e a comédia Casa da Mãe Joana, de Hugo Carvana, na qual faz uma baterista rebelde. Ambos o têm estréia prevista para o segundo semestre. Nas filmagens de Tropa de Elite, no Morro dos Prazeres, em Santa Teresa, no Rio, Fernanda conta que ficou abalada com o dia-a-dia da comunidade. "Ver o sofrimento daquelas pessoas e não poder fazer nada é muito duro", lamenta. "Fiquei chocada ao ver crianças vivendo no meio do esgoto, sem perspectiva de futuro. Eu tentava abraçá-las, mas acho que não entendiam que era um carinho", afirma Fernanda.Ela conta que presenciou um tiroteio real durante as filmagens. "Não era perto de onde eu estava, mas dava para ouvir (os tiros) claramente. Tive mais indignação do que medo", revela a actriz, que chegou a usar colete à prova de bala nas filmagens.


 

fonte: contigo

publicado por . às 11:41
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Último Post: E o final fo...

. Resultado da Votação!

. Fotos de Deborah Secco!

. Final de Pé na Jaca!

. Entrevista: Murilo Benici...

. Rodrigo Lombardi já escol...

. Murilo Benício abre casa ...

. Deborah Secco em "Paraiso...

. Fernanda Lima vai substit...

. Deborah Secco vai partici...

.arquivos

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds